quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Esticando a corda

Os militares capixabas vão mesmo esticar a corda contra o governo em busca da queda do secretário de Estado da Segurança, Rodney Miranda (DEM). A ofensiva mais acirrada teve início ontem, quando utilizaram seu porta-voz na Assembleia Legislativa, o deputado e cabo reformado Josias da Vitória (PDT), que pediu que ele renunciasse ao cargo.

Os coronéis da PM e as associações representativas dos oficiais, subtenentes e sargentos, cabos e soldados e dos militares da reserva se insurgiram contra o secretário, após a publicação do livro “Espírito Santo”, que relata de forma romanceada o assassinato, em 2003, do juiz Alexandre Martins de Castro Filho.

Mas as críticas da categoria não começaram agora. Na Câmara dos Deputados, Capitão Assumção (PSB) não mede as palavras ao se pronunciar sobre a segurança pública no Estado e aqueles que são responsáveis por ela, Rodney e o governador Paulo Hartung (PMDB). Chega a ser agressivo.

Para o mercado político, a segurança é o “calcanhar de Aquiles” do governo e essa já é a segunda passagem de Rodney pela gestão de Hartung. Ele havia deixado o cargo depois do episódio dos grampos nos telefones da Rede Gazeta.

As pretensões de Rodney em disputar uma vaga na Câmara dos Deputados dividem os votos da categoria e atingem Assumção, que busca a reeleição. A queda de braço entre militares e Palácio Anchieta promete outros capítulos e há preocupação com seus reflexos na segurança da população, que já não anda tão garantida.

O secretário e o governo não se pronunciam sobre o assunto. Na Assembleia, nenhum governista saiu em defesa de Rodney. No entanto, o governo sinaliza que não vai ceder. Diferente das disputas políticas em outras áreas, essa tem regras específicas e militares, o que esquenta ainda mais o clima entre a corporação e o governo.


  • Denúncia. As organizações não governamentais (ONGs) internacionais Justiça Global e Conectas vão apresentar no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU) e na Organização dos Estados Americanos (OEA) denúncia sobre as condições de encarceramento no Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Vila Velha e na Unidade de Internação Socioeducativa (Unis) em Cariacica.
  • Apresentação. Um relatório prévio sobre o DPJ e a Unis será apresentado nesta quinta-feira em reunião do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH). Participará da reunião a alta-comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navanethem Pillay.
  • Superlotação. De acordo com as organizações, no DPJ de Vila Velha, estão abrigados 268 presos. O local tem capacidade para 16 pessoas. O alerta veio do leitor Tiago Shux, que sempre participa do blog.

Para fazer parte do mailing do blog e recebê-lo em seu e-mail, mande uma mensagem para fernandomendes.fm@gmail.com

Siga-me no Twitter!

14 comentários:

  1. Rodney só voltou pois tem mta sujeira que ele sabe do governador Paulo Hartung. Antes de seu retorno, ele procurou alguns jornalistas querendo denunciar tudo e aí, logo depois, ele foi chamado de volta.
    Não é qualquer governo que grampeia a imprensa e fica tudo como está, aliás, quem garante que o grampo não continuou???
    Não adianta Rodney sair e Hartung ficar, a farinhada é igual, se mistura no mesmo saco, formando um bolo indigesto!

    ResponderExcluir
  2. Calma, anônimo..As eleições estão chegando. É hora de dar o troco...A "tchurma"está com dias contados.... tem data e hora para sair.... é só ter paciência.

    ResponderExcluir
  3. Tem nada. Esse povo é forte demais aqui. Não vejo perspectiva para o ES. Eles acham que são Deuses e a população idolatram como tal. Difícil.

    ResponderExcluir
  4. Tenho que admitir que "Anônimo" está coberto de razão. Rodiney se mantém no cargo exatamente por causa do grampo na Rede Gazeta e outros mais, inclusive sobre o governador Hartung.Sim, o cara grampeou o chefe e seus asseclas mais chegados tipo o Bragatto, Dr. Lauro Ferreira (irmão de Aboudib) e o escambau.

    Quem teve acesso aos grampos da Rede Gazeta conta que tem gravação de gente negociando jabá com autoridade, chefe marcando encontro amoroso com subordinada e até acerto de entrega delivery de "doce", "brilho" e uísque contrabandeado.

    ResponderExcluir
  5. Quanto mais os Militares batem, mais gente compra e lê o livro... daqui a pouco o romance vira best seller capixaba. hahahahahahahahah...

    ResponderExcluir
  6. Uma pergunta oportuna sobre esse 007 grampeador é saber quem foi que articulou e negociou o seu retorno à segurança pública do ES.

    A resposta pode estar nas badaladas suítes do Hotel San Carlo, localizado na tal capital secreta.

    Outra coisa: esse james bunda de araque foi filiado em qual partido com o endosso de qual cacique político estadual? Como se diz no twuitter siga, siga, siga...

    ResponderExcluir
  7. esse rodiney é o apagão do governo do Dr. Paulo Hartung.

    E por falar em apagão, o vice-governador que da noite pro dia virou petista desde garotinho, tá mudinho, mudinho igual sua candidata à presidêncian Dilmão do Apagão, né Mendes?

    ResponderExcluir
  8. Amaral Filho (Apagando o interruptor do quarto)11 de novembro de 2009 23:13

    respondendo a primeira indagação de Arooooooldo sem H segue as alternativas:
    a. Fernandinho Beira-Mar
    b. Jose Carlos Gratz
    c. Ferraço
    d. Ferraço Filho
    e. Elcio Alvares

    Façam seu Enad...

    ResponderExcluir
  9. Amaral Filho (já no escuro total)11 de novembro de 2009 23:15

    ops! deu um apagão verbal leia-se seguem...

    ResponderExcluir
  10. Amaral,

    Desde já vamos descartar o Gratz porque desde que o Aboudib assumiu o antigo peefeelê (atual democratas) ele saiu definitivamente de cena.

    O Fernandinho Beira Mar também vou descartar, se você comparar o que este sr faz com o que alguns outros senhores fazem na política vai até achar que ele é boa gente e não poderia fazer uma sacanagem tão grande com os capixabas a ponto de trazer e manter o tal do "Rodney ando com 300 seguranças e me acho".

    Sobram as alternativas: c,d,e

    Apesar de duvidar muito que Elcio tenha algo com isso, depois de sua apoteotica queda como ministro estava quetinho quetinho, me pergunto quem teve a finesse de resgatar esse ranço da ditadura das catapultas do ostracismo? Ah PH!!!!

    ResponderExcluir
  11. Armando Salatiel Almeida12 de novembro de 2009 09:56

    Quinta-feira,12. Alguém sabe informar aí se a dona Rita Camata já deu presença na sessão de hoje da Câmara dos Deputados e ficou em plenário para justificar seu alto salário?

    Vi passar por lá até agora somente o tal do Manato, para quem não sabe, talentoso ator teatral em épocas priscas e que, parece, continua fazendo "cena" na política.

    ResponderExcluir
  12. O flagrante da fraude sobre os deputados gazeteiros tá fazendo efeito. Capitão Assunção, porta-vox de Casagrande na Câmara dos Deputados,acaba de marcar presença e frequentar também a tribuna. Mandou pau no Dr. Hartung, a quem reputa cumplicidade com o crime organizado. Rita Camata, até agora, não deu o ar de sua graça, literalmente. Aliás, depois que ela fez preenchimento labial tá uma coisa...

    ResponderExcluir
  13. É... só se fala nisso no salão do Nahor

    ResponderExcluir
  14. Pessoal, até o MIchel Temer, masi conhecido como "cara de mordomo de filme de terror" apareceu na sessão da Quinta dos Infernos da Câmara dos Deputados. Rita Gazeteira até agora nada.

    Alô Shux, está certíssimo sobre o retorno do crápula do Élcio, de triste memória, e sobre Bob Pai e Bob Filho em relação ao retorno Rodney

    ResponderExcluir